sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Vida Sem Indignação

            Você se incomoda ao ver quanta atenção se dá, na cultura atual, às pessoas que defendem tudo o que é errado? Talvez sejam artistas que ganham manchetes ao abraçar filosofias imorais em sua música, filmes ou programas de televisão. Ou podem ser líderes que, abertamente, desdenham os padrões elevados de vida.

            Seria fácil indignar-se com isso e torcer nossas mãos em desespero, mas o Salmo 37 sugere um caminho melhor. Ouça o sábio conselho de Davi: “Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniquidade” (Salmo 37:1).
            Embora seja certo ser “sal e luz” (Mateus 5:13-14) neste mundo insípido e escuro – tentar opor-se ao pecado refletindo a luz de Jesus onde for possível –, não podemos permitir que forças negativas nos façam viver com sentimentos de raiva e ira (Salmo 37:8). Em vez disso, precisamos confiar em Deus para a palavra definitiva sobre os perversos: “… eles dentro em breve definirão como a relva…” (Salmo 37:2). Além disso, devemos usar a abordagem de Davi: 1) “Confia no SENHOR e faze o bem…”; 2) “… alimenta-te da verdade”; 3) “Agrada-te do SENHOR…”; 4) “Entrega o teu caminho ao SENHOR…”; 5) “Descansa no SENHOR…” (Salmo 37:3-7).
            Podemos não gostar do que vemos e ouvimos de alguns aspectos da sociedade, mas, lembre-se disto: Deus está no controle. Confie nele para fazer o que é certo. E não se indigne.

Meditação: … não te impacientes; certamente, isso acabará mal. (Salmo 37:8)
Pensamento: Não se desespere por causa do mal; Deus terá a última palavra.
Leitura: Salmo 37:1-11.

Fonte:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...